26.1.09

NÃO SEI

Não existe um caminho para a Paz. A Paz é o Caminho
Mahatma Gandhi

“É...
Não sei. E se não sei, melhor mesmo é dizer, não sei”. Dizer – não sei – diante de uma solicitação sem resposta possível, algo tão simples que um dia escutei de um amigo. Palavras que guardei no meu coração e agora me confortam. Não sei. Simples assim. Não sei. Penso que estou no meu limite, mas há sempre a vontade de enxergar as situações e as pessoas com um jeito acolhedor, sem pré-julgamento, sem pré-conceito. Mas, não sei, o que sinto é que não dá mais para adiar nem esperar que outros façam por mim o que parece está em minhas mãos e precisa ser feito. A vontade está aqui, então, não falta atitude. O que falta é escolha. Escolher o caminho que devo seguir, mas os caminhos são campos minados e eu tenho medo de explosões. É... não sei.

15 comentários:

Osvaldo disse...

Oi, Jacinta;
A palavra "não sei" não deveria ser articulada a todos os momentos das nossas dúvidas... Com essa resposta habituamo-nos a não nos comprometer-mos e a vida é feita de compromissos tanto pessoais como para a sociedade. E é com os compromissos de todos nós que o Mundo poderá retomar o caminho de verdade.
bjs

Jacinta Dantas disse...

Osvaldo,
Adoro sua presença aqui no meu florescer. É sempre uma alagria para mim.
E quanto à expressão Não sei, penso que, às vezes, um "Não Sei" verdadeiro pode nos levar a buscar outras respostas, outras possibilidades... Sei lá...
Um beijão

Francisco Sobreira disse...

É isso mesmo, Jacinta. Deve-se sempre usar o "não sei" quando não se encontra resposta para uma indagação. E a vida está repleta de coisas insondáveis, impenetráveis. E muitas delas é até melhor que não se consiga decifrar-lhes os mistérios. Um beijo.

Jorge Elias disse...

Jacinta,

Diante de questão tão complexa melhor seria uma conversa mais alongada.
Seria dificil dizer algo sem correr o risco de ser repetitivo.
Quando chegar em casa vou te enviar um poema que escreví sobre algo parecido na semana passada.
Te envio mais tarde,

Jorge

Tatiana disse...

Eu desejo de coração que Deus ilumine seus caminhos e que seu coração pulse de alegria ao descobrir o caminho certo!

Um beijo com meu carinho

Zeca disse...

Jacinta,

complexo e instigante... mas acredito que o melhor é usar a sinceridade e dizer "não sei" de uma vez. São tantas as questões, as dúvidas, que nem há como saber todas as respostas. E, aceitando não sabê-las, criamos a oportunidade de buscá-las sempre. As explosões fazem parte dos caminhos... não sei se é melhor temê-las ou enfrentá-las. Só com coragem poderemos seguir nossos caminhos. Ou não? "É... não sei."

Beijos.

Cris disse...

Oi, querida,

O único "não sei" que não gosto é o herméticamente fechado : "- Não sei, ( não quero saber, tenho raiva de quem sabe)"

Beijão, perfume de mulher.

Mai disse...

Amiga-linda,

eis a questão...
Duvidar é quebrar as certezas absolutas e a partir daí recomeçar outras buscas.
e outras perguntas virão...

Que bom, Jacinta.
Também não sei...

Beijos.

adelaide amorim disse...

Inquietação é crescimento, Jacinta./Bom sinal!
Beijo.

Miguel Barroso disse...

Caminha, pois se sóis, constelações, astros, estrelas e planetas jamais brilhassem...ainda assim cada existência brilharia em ti




Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

CeciLia disse...

Jacinta,

dentre todas as escolhas possíveis, não escolher também é uma delas. Liberdade e tempo, outros (belos) nomes de Deus.

Abraço

CeciLia

John Doe disse...

acho que no fundo assim como você eu tb não sei... só isso... simplesmente não sei...

Sarah Vervloet. disse...

Olá, Jacinta. Fiquei feliz ao ver o seu retorno ao meu blog. Eu, que fico tempos sem postar, sem ler meus amigos blogueiros. Mas vejo que, brilhantemente, você continua escrevendo. Sua alma está aqui, em cada palavra. Nunca perca isso. E quando não souber qual caminho seguir, siga o que lhe assegura o peito. Saberá a hora de voltar, se for preciso.

Diga-me, autoriza seu blog em meus favoritos?

Abraço,
Sarah.

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Jacinta!

Sabe, enquanto lia seu texto percebi que se há alguma dúvida, e sempre há, sobre que caminho seguir ou fazer, pense no seu nome, parece que ele te dará a resposta.
Não se ofenda com o trocadilho, mas "cinta já" com todos os sentidos e o caminho se fará mais claro.

Um beijo com carinho!!!

Maria Maria disse...

Só a filosofia individual para justificar essa colocação. Eu não sei se estou certa. kkkk
Beijos