11.12.12


SENTINDO A PAZ


E, se é preciso desorganizar, o desequilíbrio é perfeito. Tudo desorganizado nos devidos lugares. O pulmão reclama, o jardim sofre, afogado entre uma rajada e outra de poeira, a relação fica conturbada, as trocas prejudicadas. O ruído na comunicação faz o corpo doer 

...

Mas, por volta das duas da tarde, as ruas ficaram inundadas. E eu, que numa delas estava, caminhei feliz, sentindo a abençoada chuva lavando meus cabelos e hidratando meu corpo.  E, na forte chuva, percebo a leveza de Alma e corpo, em desapego total, formando o Ser que deixa para trás o que já não é. E sinto a alegria de ver o Ser, em corpo e alma, acolhendo o que de fato é. E por hoje, fico assim, sentindo a Paz. 


JacintaDantas

4 comentários:

Paula Barros disse...

Me chama a atenção esta frase: "O ruído na comunicação faz o corpo doer".
Ruídos na comunicação um problema sério das relações, levando a inúmeras dores. E algumas tragédias.
Que o final do ano seja tranquilo, e que o próximo ano seja uma caminhada de paz.
abraço

Nilson Barcelli disse...

Sentir a Paz, apesar do ruído... muito bem.

Jacinta, espero que o teu Natal tenha sido muito Feliz e desejo que o teu novo ano seja excelente.

Beijinhos.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
Inundei-me da sua paz... com um álibi desse!!!
To voltando das férias...
Bjm de paz e alegria

Luiz Eurico disse...

Refloresço sempre que aqui venho.

Abç fra/terno.