10.3.08

BRINCANDO DE BRINCAR: UM JOGO COM AS PALAVRAS

Caminhando na trilha escorregadia, a menina serelepe não pensava em outra coisa senão no cumprimento da façanha que prometera: calculou bem o comprimento que a separava do seu obstáculo e concluiu. A cerca estava acerca de cem metros e ela, sem medo, correu. Saltou o obstáculo, foi ao encontro do pai e deu com o de encontro à pedra. Doeu, mas Clara fingiu não sentir. Sapeca, sem perder a pose, com a boca e as maçãs lambuzadas de manga, sapecou o rosto na manga de camisa do papai, que para brincar na clara água do lago, deixou o cesto com as maçãs e jabuticabas aos cuidados de Jana. Jana, moça cor de jambo e olhos de jabuticaba, com seu sexto sentido, escutou, no desejo de Clara, a vontade de levar para a casa o lindo cachorro que aparecera, sabe-se lá de onde, naquele cenário de descontração. Na brincadeira animada, o amigo de papai, alheio à cumplicidade de olhares, perguntou à sapeca Clarinha: Minha flor, você já tem namorado? E Clarinha que acabara de fazer 08 anos, sem olhar para o seu interlocutor, não titubeou na resposta, e disse: Não. Namorado não, eu estou procurando o cachorro.

24 comentários:

nuvem disse...

Tão giro este jogo de palavras! :)

Gostei muito.

Beijinhos

Germano V. Xavier disse...

Esse final eu não esperava...
Bom assim, quando o insuspeito sempre vem...

Beijos na alma, Jacinta!
Aparece...

Anônimo disse...

hehehehehe
Bom humor, é bom também.
Muito bom. Adorei a brincadeira.

Beijabraços
Cris

Francisco Sobreira disse...

Jacinta,
Bem interessante o texto com esse jogo de palavras. Porque não é só o uso desse artifício, mas, servindo-se dele, você constrói uma saborosa historinha infantil. Me lembro que você já havia escrito outro, não faz muito tempo, logrando o mesmo resultado. Um abraço.

Leandro Jardim disse...

Hehehe, delícia! lembrou meus textos do Caramelinhos...

beiJardins

Leandro Jardim disse...

Hehehe, delícia! lembrou meus textos do Caramelinhos...

beiJardins

Janaina disse...

o texto ficou muito legal!
clara, sempre surpreendendo...
também gostei da parte das jaboticabas! :D

beijos
Jana...

Alex Sens disse...

Haha, muito bom! :) Delícia de brincadeira, e não deixa de ser um belo exercício. Beijos, Jacinta,

Luci disse...

Que delícia de texto, Jacinta. Nostálgico, sabe? Senti o cheiro da minha infância, pura, imaculada e feliz!

Bjo

Nanda Nascimento disse...

Que curioso, e bem criativo, gostei!!

Beijos e flores!!!

Adriano Caroso disse...

O que mais gostei foi o cachorro. Esse é o máximo, o resto é genial!

Paulo R Diesel disse...

Como é rica a nossa lingua.
Tantas palavras parecidas e iguais e desiguais e parecidas.

Yuri Assis disse...

vim dar uma passadinha nesse jardim, já que não sei se terei oportunidades para tal...

adorei seu texto e a brincadeira com as palavras. ficou lúdico e lindo.

e quanto à minha ausência, é porque começaram as aulas na faculdade, então tô na correria... o pior é que é de tarde, queria eu que fosse pela manhã.

beijos! matei saudades minhas e colhi uma flor.

*andorinharos@ disse...

Brincou divinamente com claras palavras na manhã de Clara...Lindo! Jacinta, muiiiiito obrigado por suas visitas e comentários, por vc ando assim, vaidosa demais.
Um beijo terno nesta tua alma clarividente!

Lunna Montez'zinny disse...

Uma paisagem calma que me fez rir e o final pareceu saltitar na tela de encontro as minhas ilusões remotas - aquelas que se misturam as lembranças. As sensações são sempre aquelas que nos surpreendem: cheios e aromas que vagam da infância até nós.
Belo texto cara mia...

Narrador disse...

Muito legal o texto... Interessante o jogo de palavras e divertido o escrito.
Obrigada pela visita.

Marcelo disse...

Sapeca a garota...
Minha infância foi nesse estilo, sapeca e completamente desencanado.
um garoto permanentemente perdido em seu mundo particular.

Acho que ainda sou isso...

Beijinhos meus.

dudv disse...

Brincadeira com as palavras que mostra o dom�nio com a l�ngua. Parab�ns!!!

disse...

Lindo jogo de palavras! Adoro essa brincadeira que você faz aqui com as palavras! Parabéns, bjos!

andré gabriel disse...

que crueldade nessa prosa, não acha? mas sabe, os cachorros não merecem rsrs. beijo

APPedrosa disse...

muito legal. A língua portuguesa é encantador por permitir essas brincadeiras.

Friendlyone disse...

Muito legal! Namorado e cachorro... Final muito bom! Dei risada!

:-)))

Friendlyone disse...

Muito legal! Namorado e cachorro... Final muito bom! Dei risada!

:-)))

Alice disse...

Adorei e nada é tão bom quanto o brincar com as palavras. Você tem esse dom.

:)