23.6.08


Todo mundo ama um dia
todo mundo chora
Um dia a gente chega, no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
E ser feliz
Renato Teixeira

27 comentários:

Zeca disse...

Jacinta!

Eu fico com os últimos versos: "cada ser em si carrega o dom de ser capaz e ser feliz"... graaaaaande Renato Teixeira!

Beijos.

Miguel disse...

Na verdade cada um carrega em si esse dom, o difícil é cada um saber usa-lo da melhor maneira possível.

Francisco Sobreira disse...

Jacinta,
Com palavras simples, Renato Teixeira (que creio ser o compositor de Romaria, não?), diz coisas profundas. Um beijo.

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Oi Amiga
Os versos do Renato Teixeira dispensam comentários adicionais... já dizem tudo!
Pelo que sei o JE está viajando, qdo ele voltar vamos agitar nosso café com prosa e poesia.
beijo

ocasodoacaso disse...

Essa canção é simplesmente fantástica. Reconheco nela uma força capaz de nos motivar a buscar os sonhos mais esquecidos.
Beijosss

APPedrosa disse...

sempre me encanto com sua capacidade de pescar esses versos lindos de músicas, livros e poemas. beijos

Lunna Montez'zinny disse...

Sempre gostei muito dessa música, ela sempre me deixou uma sensação de que é preciso mais. Beijos caríssima

Luma disse...

Cada um com sua carcaça de emoções que carrega pra lá e pra cá, melhor que amar um dia, é saber que esse amor é correspondido! Amar sozinho é triste!! Beijus

JOICE WORM disse...

Eu podia jurar que você tinha escrito estes versos, Jacinta.
Adorei as afirmativas. Espelho de mi'alma...
Você e Renato Teixeira estão a contribuir para nosso bem estar...

F. S. Júnior disse...

é, capaz a nós... rs

Dauri Batisti disse...

Linda música, lindas recordações.

Jacinta Correia disse...

O dom de ser capaz... mas nem sempre a força... A única ambição do homem deveria ser essa- explorar a sua capacidade de ser feliz. Com ela viria todo o resto. Bj

benechaves disse...

Oi, amiga: muito bom o texto da postagem anterior, assim como gosto também das músicas do Renato Teixeira, especialmente de 'Romaria'.

Um beijo musicado...

Nanda Nascimento disse...

O triste é que poucos tem conhecimento da existência deste dom.

Beijos Jacinta e muitas flores!!

Celia Rodrigues disse...

Ser feliz, apesar da dor, da perda, do choro. Isso é a vida.
Abraço!

Paulo Vilmar disse...

Jacinta!
Muitos tentam até entenderem que a felicidade é simples. Hoje, posso dizer que sou feliz...
Beijos

Paulo R Diesel disse...

Tão simples e tão complexo.

Bj, Jacinta

Renato disse...

Olá amiga.
Obrigado por ter visitado meu blog.
Gosto muito do seu. Está espectacular. Os meus parabéns.
Beijinhos.

Adicionei seu blog nos links do meu.

John Doe disse...

É claro que te acho linda Em ti bendigo o amor das coisas simples É claro que te amo E tenho tudo para ser feliz Mas acontece que eu sou triste.

Vinicius de Moraes...

Anônimo disse...

Jacinta, o Renato Teixeira é sempre muito inspirado. É um poeta em romaria pelos caminhos do mundo ajudando a muitos a se sentirem felizes. Um beijo. e sempre muito obrigado pela presença no Verso e Alma. Francisco Dantas.

Ana Carolina Braga disse...

Eu adoro essa música!

Acho essa composição uma grande lição de vida... que venhamos esquecer jamais que possuimos a capacidade e o dom de sermos felizes! =)

Beijos!

Elcio Tuiribepi disse...

OLá Jacinta, ser feliz é tudo que se quer...e a felicidade ronda a alma, a espera de nosso convite, viver cada instante como se fosse o último é o segredo, mas não é tão fácil...felicades para nós todos, bom fina de semana...um abraço na alma...

Luis Eustáquio Soares disse...

e me lembrou desse extraordinário cancioneiro, poeta de fundas-rasas memórias de ares polulares, jacinta, e isso já amar agora.
b
luis de la mancha.

Graziele Alencar disse...

Essa música é linda!
"É preciso amor pra poder pulsar..." sempre!
Beijos e bom final de semana!

eder ribeiro disse...

todo nós contamos nossa história, e só depende de nós, se no meio fazê-la centrada na bondade, darmos um final feliz. bjos.

Layla Lauar disse...

Adoro essa música do Renato Teixeira... mas confesso que ando cansada de tantas partidas e de tão pouco regressos.

beijos

Oliver Pickwick disse...

Enfim, é o ciclo da vida. Seria monótono se fosse diferente.
Um beijo!