9.7.08

TENHO MESMO É O OLHAR
clique de: Maria Iadocicco Zeigler

Ó Deus!
cantar, sei um pouquinho;
um pouquinho, sei, mas faço pouco.
As cinzas entrelaçam minha voz.
Rezar?
não sei.
O que sei é que...
tenho mesmo é o olhar
aguçado,
suplicante,
ansioso para dizer e se fazer entender.
Ah! eu estou aqui e
repito a canção do poeta

Como eu não sei rezar
Só queria mostrar
Meu olhar, meu olhar
Meu olhar
Você entende, eu sei

(Trecho da música Romaria, de Renato Teixeira)

28 comentários:

Graziele Alencar disse...

É... parece mesmo que um olhar pode dizer bem mais que muitas palavras...
Beijos.

Clara Leticia disse...

Lindo poema! E como amo Renato Teixeira, fiquei mais encantada ainda! Beijos, querida, muito obrigada pela visita, foi uma honra!

Dauri Batisti disse...

Quem tem o olhar (ler) acaba por ter também a palavra (falar, escrever).

poetriz disse...

Claro que entende.
Deus entende as palavras antes que elas se formem em nosso coração...

NANDO DAMÁZIO disse...

Quase uma prece !!

Miguel disse...

Os poetas entendem as entrelinhas e delas fazem as rimas.

Fernando Rozano disse...

o olhar é tudo, e tudo é olhar, saber olhar. a canção do Renato Teixeira é belíssima e interpretada por Liliana Herrero, cantora argentina, é algo de maravilhoso. abraços.

VeraBasile disse...

Olá Jacinta!!!Tudo bom?
Linda a postagem como sempre, foto maravilhosa e palavras q nos dizem tanto. Estou aqui tb, pra te convidar a participar de um blog coletivo, super interessante, dê uma entrada, se vc topar, te enviamos um convite. Espero q sim!!
Beijão
http://trilhandotemas.blogspot.com/

John Doe disse...

Eu já não sei mais como pedir as coisas que quero e não tenho, as coisas impossiveis que desejo mas não me é permitido, perdi a voz, já não posso mais cantar e nem rezar...

Célia de Lima disse...

Olá, Jacinta, boa tarde. Ficou linda a composição com o Renato Teixeira. É sempre um prazer compartilhar com vc. Quanto ao seu comentário, não sei o que pode ter acontecido; nem mesmo o recebi em minha caixa postal. Mas obrigada, então, por ter retornado. Abçs

Loba disse...

O olhar tanto pode nos revelar como abrir nossos espaços. Talvez seja o que mais precisemos: do olhar que realmente vê!
Beijocas

Otávio disse...

Muito bom tudo o que eu vi por aqui. Belíssimas fotos e excelentes poemas. Parabéns! Com certeza voltarei mais vezes.

Obrigado pela visita.

Beijos,

Opuntia disse...

Bons poetas como vc sempre conseguem se fazer entender, seja c/ o olhar ou c/ os versos.

Bjos.

R Lima disse...

O olhar que traduz a alma.

Bjs moça e,



Venha ler AMANHÃ, dia 12, um texto em comemoração a data.. lá no AveSSo.


Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Layla Lauar disse...

Mas este poema é uma verdadeira oração... lindo e muito bem complementado pelos versos da canção do Renato Teixeira.
Adorei!

beijos querida

Miguel disse...

Jacinta,

Obrigada pela visita ...

Parabéns pelo teu espaço e esperoc visitar-te mais vezes ...!

Um BOM FDS!

Eurico disse...

Jacinta, amiga...teu poema-prece me emocionou...refloresço sempre que aqui chego. Volto com o meu eu(lírico) rejuvenescido e pronto para os embates da vida.
Abraçamigo e fraterno.
Ah, e se eu fosse Deus atenderia a tua súplica de imediato. A tua e a do Renato...Não há nada que comova mais o Pai do Céu do que essa profunda e sincera emoção. Vais ser atendida, amiga!

Francisco Sobreira disse...

Pois é, Jacinta,
tal como você, canto um pouquinho, mas rezar já não rezo mais. E olho, procuro olhar bem para o que vejo, principalmente o que acho belo. Um abraço.

Claudinha disse...

Flores de maio azuis... Lindo! Rezar pode ser apenas pelo olhar,ou pela poesia, como fez aqui... Beijos!

Adriano Caroso disse...

Lindo Jacinta! Profundo e melódico! Eu não fugi, apenas sumi um pouco. Mas eu volto.

Beijos
P.S. Matando a sua curiosidade. Frigideira cde repolho a baiana e moqueca de peixe e camarão.

Clecia disse...

Belo post, bela imagem!E esse fragmento do Renato Teixeira é muito bonito. Um olhar é capaz de dizer muita coisa... Bjos e bom domingo!

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Entende sim, amiga querida,
Às vezes não é necessário nem olhar, Ele consegue ouvir nosso coração, nossa alma... mas isso não representa que a dor vai passar.
Te compreendo... e como!
Precisamos nos ver... vamos marcar esse nosso café sem o JE que está muito enrolado, nem responde mais aos meus comentários (rs)
beijos

instantes e momentos disse...

lindo isso tudo por aqui, gostei meus parabens e um bom fim de domingo
Maurizio

Zeca disse...

Esse olhar que nos revela primeiro as belíssimas flores de maio, como se fossem a oração que não sabes, mas que evocam a beleza dos teus versos. Esse olhar aguçado, suplicante, ansioso por dizer e fazer-se entender, mas que transmite toda a beleza contida nessa bela canção. Beijos.

Madalena Barranco disse...

Querida Jacinta,

Um olhar, às vezes, é como música do céu e até de outras paragens...

Beijos -te nha uma linda semana!
Madá

Rubens da Cunha disse...

bonito, compartilho contigo meu olhar. agradeço a visita ao Casa de Paragens
abraços

Elcio Tuiribepi disse...

Olá Jacinta, bela escolha, o Renato teixeira tem composições e letras muito bonitas, que nos arrepiam por nos dizerem tanto de forma tão simples...As vezes basta olhar para o céu e pensar, pensar e pensar...bom descanso...um abraço na alma...

Lyani disse...

Essa música é lindíssima, a letra maravilhosa!!!
E essa parte pra mim a mais especial.
"Meu olhar"
Lindo mesmo, e que foto belíssima!!!
bjokassss