6.11.08

ANDO DEVAGAR

Vagando divagando indo.

Amanhecendo, anoitecendo, entardecendo, tudo fora de lugar.

Seu telefone não me entende,

seu olhar não me encontra

seu sorriso não me vê

sua voz não me acolhe

seus braços não me sorriem.


Estou aqui, na passarela, buscando

...

Vagando

Indo

Vigiando

Entardecendo

Naturalizando

Divagando

Ocasonando

...

É... ando devagar, doendo-me

...

Vagando

Indo

Divagando

Alvorecendo

13 comentários:

lyani disse...

Nossa, eu escrevi um comentário grandão e deu erro na hora de enviar.
Basicamente o que tinha escrito é que fiquei emocionada com o presente, lindo, encantador e nem sei se mereço tanto. Obrigada de coração!!!
Sobre o poema... LINDO! Como tudo que escreve... cheio de sentimentos, cheio de história.
Bjoss
Ly

Recanto de Sonhos disse...

Jacinta,imaginei-a na passarela,
alvorecendo.Linda as suas poesias,lindos os seus textos e sempre muito encantador o seu Florescer.Gosto de vir aqui e viajar
nas suas palavras carregadas de sentimentos e nas suas fotos perfeitas.Parabéns pelo blog.
Obrigado pela visita ao meu recanto e pelo carinho deixado lá.
Beijos.

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Jacinta,

E que continues vivendo a vida sempre intensamente quanto escreves.

Um beijo, moça!!!

Claudinha disse...

Devagar se chega ao longe... Tem coisas que precisamos sentir e viver para entendermos a essência...
Um beijo!

tossan disse...

Eu também estou
vigiando, vagando
o seu blog
e me deliciando...

Abraços

Alex Sens disse...

Se amanhece e depois anoitece, pra então amanhecer outra vez, a caminhada, a divagação, e até mesmo a dor, fazem todo o sentido :)

Beijos, Jacinta!

Dauri Batisti disse...

Que um vagão de coisas boas passe por ai. Tão bonita quanto tuas palavras seja a vida.

Um abraço.

Maria Augusta disse...

Que poema maravilhoso, que bom que estou descobrindo tesouros assim na blogosfera.
Beijos.

Esther disse...

Oi Jacinta!

Feliz de encontrar eu blog! Gosto da forma como dá forma aos seus sentimentos através das palavras

Como diria Fitzgerald :"È possível acariciar pessoas com palavras"

bjs
~.

Aline Christall disse...

...ando, vou longe e voltou para me deliciar com sua escrita. Você é doce!!!

P.S - Quem bom que gostaram!!! Logo farei mais...

Bjs.

Nanda Nascimento disse...

Devagar e sempre!

Beijos e flores!

loba disse...

gerundiando vc encompridou a estrada... e nela plantou sentidos, sentimentos, emoções e carícias. Pq sem dúvida, suas palavras acariciam!
Beijo!

Adriano Caroso disse...

Andas num lindo caminho
Indo
Subindo
Crescendo

Trilhas nas margens do rio
Vindo
Emergindo
Enchendo

Cruzas o nosso caminho
Infindo
Luzindo
Tecendo

Trilhos no fundo do rio
Sentindo
Fluindo
Reflorescendo.

Para Jacinta