4.5.09


PÁSSARO

O poema é o pássaro,
Voo repentino:
Coisa no fulgor de sua própria presença;
O poema é o impacto,
Olhos de menino:
Nariz esmagado nas vidraças da essência;
Assombro lírico,
Fascínio órfico,
Subitânea iluminação do ser:
O poema é o pássaro,
Ave essencial.
Eurico

mais poesia do autor -
aqui

16 comentários:

Dauri Batisti disse...

O Eurico é um artista. Exatamente. Artista. A erudição, o amor se combinam perfeitamente nos seus poemas.

Eurico disse...

Mon Dieu, amor é o q sinto aqui, amigo Dauri. Como é bom amar e ser amado. Amo vcs. E o amor, já dizia um outro, "é a onímoda conexão, vai unindo coisa com coisa e tudo a nós".
Mudando algumas palavrinhas, é mais ou menos, essa a definição de filosofia, enquanto ciência geral do amor, de um notável madrilenho que trago à cabeceira: José Ortega y Gasset.
Mas, apesar da citação, não sou erudito. Sou bibliófilo. rsrsrs
E tento ser poeta... com atraso de uns 35 anos.

Abraço os dois. Jacinta, que me acolhe em seu jardim, e o meu irmão mais novo, Dauri. Ambos filhos do Espírito Santo, sem trocadilho. rsrsrs

Tatiana disse...

Ele nos dá asas...
E livre somos para voar em nossos poemas!

Belíssima escolha!

Vim apreciar e lhe trazer o meu carinho

Beijos

renata disse...

Olá jacinta,é sempre uma alegrai receber o seu email! Fiquei feliz em ver a foto no seu blog, esse beija-flor é um amiguinho antigo, ele fica no nosso sitio e entra na casa, brinca de esconder com outros, é bem brigão também... eheheheh , enfim, um deslumbramento da natureza!!!
Te deixo o meu abraço amigo e os parabens pelo blog, é um jardim que mostra toda a sua sensibilidade
renata

dácio jaegger disse...

Jacinta querida,se dengue deixa alguém dengoso, quero pegar dengue já...rs. Mas como diz Eurico o poema é o pássaro, e este é o beija-flor, seu ruflar de asas e coração, coisa além da imaginação.Bjs.

andre wernner disse...

Parabéns pelo blog Jacinta e obrigado pela visita ao meu.
Falar de poesia é flanar entre o céu e a terra, dialogar com os deuses e salpicar mensagens nos quatro cantos do mundo, mesmo que de forma virtual.
Pois, o que importa não é a forma, mas o conteúdo.
E aqui, pelo visto, o que não falta é conteúdo!
Abs

Paulo Vilmar disse...

Jacinta!
Belo é andar em teu jardim e ouvir pássaros tão belos!
Beijos!

Miguel disse...

EU queria seu RICO em poesia como o amigo EURICO e sensíveol como vc que descobre e publica essas obras de rara beleza.

Soninha disse...

Olá, Jacinta!

Poesia é essencial, né!
Linda, esta do Eurico.

Feliz dia das mães, Jacinta.
Muita paz! Beijossssssssssss

Opuntia disse...

O poema é o pássaro, e a poesia, o seu canto.

Bjos

Aline Christal disse...

Oi Jacinta!
Quanto tempo....
O Frida morreu!...naquele browser anote ai o novo e vem me visitar...

Meu email tbm mudou:
aline.christall@terra.com.br

Bjãooooooooooooooo saudosos!

Em tempo: Eurico é poeta pronto! Ele é lirismo...

Claudinha ੴ disse...

Olá Jacinta! Excelente escolha do poema. Eurico é modesto, é poeta maior sim. Ele captou a essência da poesia com olhos de menino que quer voar... Um beijo!

Mai disse...

Jacinta, eu sou suspeitíssima prá falar dessa POESIA chamada EURICO.
Um Eu Lírico que nos presenteia com o que há de melhor.

Este poema é mais um belo presente dele. E tu, sempre nos presenteando com a divulgação destas pérolas escritas por amigos.

Carinho,

Mai

Analuka disse...

Lindo o poema. Lindo o pássaro. Lindo quando a palavra voa, e a poesia cintila, iluminando a alma! Beijos alados, amiga.

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Passei para uma visitinha

e para deixar

Uma beijoca.

Eurico disse...

Estava pesquisando sobre o Amor enqunto uma conexão entre as pessoas e as coisas e... te achei rsrsrs
Te deixo um fraterno abraço.