17.4.10

UM ESPETÁCULO DE PURO DEVANEIO
Imagem: aqui

Em noite de lua cheia, oferecem-se em taça com o puro vinho – o vinho amor intenso – embriagando e embriagado com vestígios de medo, paixão, desejo e prazer. O encanto, que se faz perder e se achar, desequilibra os sentidos em seu canto de ondas calmas ou excitantes, que vem acariciando, aquecendo e revigorando os corpos que se elevam juntando cantos e encantos. Amor e Mar...Lua e Mar...Amar...prenhes de vida em Mar, Lua, Amor, Amar...

AhMar!


Ah Mar, amante dos amantes enamorados da Lua!
Ahhhhmor que faz brilhar os olhos doces da lua escutando seu amado. Ah corpos que se fazem alma e lábios prendendo-se no encontro de dois num só acelerado coração! Tudo é brilho, paixão, energia.

Tudo é Olhar
Tudo é Sentir
Tudo é Amor
No Amar do Mar em noite de lua cheia: Um espetáculo de puro Devaneio.

JacintaDantas

8 comentários:

Mai disse...

Enigmas da Lua, seus mistérios e tudo o que ela inspira e alimenta em torvelinho de emoções.
Bjos, Jacinta, bom final de semana.

Elcio Tuiribepi disse...

Noite de Lua Cheia...hoje andei escutando uma música que fala um pouco disso...Canção da meia-noite do Kleiton e Kledir...conhece?
Um pedacim...
Dona sonhora meia-noite eu canto esta canção anormal;
Dona senhora nesta lua cheia meu corpo treme o que será de mim;
Que faço forças pra resistir a toda esta tentação;
Das sombras da lua cheia, deste medo de ser...
Dá um pulinho no Verseiró...tem um convite lá para um festival de Haikais...participe...
Um abraço na alma...bom fim de semana...bjo

Ricardo Calmon disse...

Bom poético texto,Jacinta,emanastes de abissal teu,vida,afinal o poeta escreve o que sente e vive ou a viver aspira!
Vila Velha,a história da estirpe de minha família,(Calmon).
um domingo de paz

viva la vida

Cecília disse...

Poético, intenso!
Sou fascinada pela lua, adoro ir à praia em noite de lua cheia.

Beijos

Nanda Nascimento disse...

Ei Jacinta,

Ontem eu tinha acabado de escrever meu post no Dália e ia sair da net, por que não estava inspirada para comentar nos blogs dos amigos, ai resolvi vim aqui, achei lindo mais não comentei(voltaria depois para comentar), quando volto ao dália, você tinha acabado de deixar seu comentário. Estamos realmente em sintonia.

Beijos e flores!

Jens disse...

Gosto de dançar sob a luz do luar.
AhMar - grande achado, Jacinta.

Beijo.

Francisco Sobreira disse...

Jacinta,
Na minha leitura do seu poema/prosa, vejo-o como um canto ao amor, tendo o mar enluarado como um elemento inspirador. A beleza da natureza se unindo ao sentimento mais belo que uma pessoa pode experimentar. Um abraço.

Rozani disse...

Que linda poesia!
Adoro poesia que falam da lua, vinho...Simplesmente amei!
Bjs,Rozani