21.2.08

DANDO O TOM DA ALEGRIA
(para lembrar do aniversário de um amigo querido)
Foto: Heloisa Crosio

Aconchegados no sofá, você e o violão, seu companheiro inseparável. Vestindo um azul celeste, eu me faço presente. Agora somos três: eu, você e o violão. Que trio! pura alegria. Cantávamos contentes, obedecendo à advertência: “abaixa o tom meu filho", lembra? Olho a foto que você mandou e leio o que ela diz: “dia da saudade, lembrei-me de você, é claro”. E olho, de novo, e sinto nossa seriedade, nossos ideais de vida. Quantos sonhos acalentados. Olho, mais uma vez, e escuto você, dando o tom da alegria e da felicidade na incansável luta para (re) contruir o Brasil. Era preciso lutar sem perder a ternura. E, mais uma vez, percebo em você o tom da leveza. Uma foto, quanta vida, quantos fatos. Diretas já, Conselhos, manifestações. E você, sempre presente, com seu contentamento contagiante, buscando, no violão, o consolo e a celebração. Do mais triste ao mais alegre instante de vida, havia sempre um tom: maior, menor, sustenido.... E, cantamos, o "sonho que se sonha só, pode ser pura ilusão, sonho que se sonha junto... " E, cantamos, no programa para a TV e no reencontro dos que fizeram a Caminhada; E, cantamos, na despedida final de amigos queridos, e aqui me lembro de alguns (Chico Mendes, Gabriel, Paulo Vinha, Dom João...) com você, fazendo do choro e do lamento, uma esperança de vida. E, cantamos, na celebração da Páscoa, com você, sempre você, tirando do violão, um canto de exaltação à vida. Forjados na luta pelo bem-viver, aprendemos... e perdemos... e ganhamos... e continuamos. E sonhamos, mesmo que distantes, continuamos a sonhar, em outros tempos, renovados sonhos para continuar no caminho de ser gente, poeta, tocador... e ... eterno sonhador. Então, Sonhador, sonhe, faça planos: " de sonho em sonho, a gente apreende e aprende a ser". Sonhe, principalmente hoje que é seu dia especial, sonhe, e refaça comigo, um brinde à vida. Viva!

19 comentários:

*andorinharos@ disse...

Já, sinta a brandura destas palavras... Somente uma alma amiga e verdadeira eternizaria na memória
momentos como estes... Uma amizade quando boa, supera a expectativa da inspiração...Jacinta, lindas palavras. Que teu amigo possa ter o mesmo privilégio e prazer que agora me doas. Um beijo nesta alma leve...Linda!!!

Edvane disse...

Ei Jacinta,
Que homenagem linda vc faz.
A amizade é um presente divino. Um sentimento, que mesmo à distância, se mantém com a sensibilidade que vc cultiva. Parabéns pelo texto - (Diretas já - me leva aos anos 80, de tantas histórias de vida...)
e feliz aniversário para o homenageado.
Um beijo
Edvane

Tião Martins disse...

Olá Jacinta! Obrigado pela visita ao blog. E parabéns pelo seu!
Abraço.

José Antonio Klaes Roig disse...

Oi, Jacinta. Obrgado pelo comentario no meu blog ControlVerso. Pois é, o poema Confissões & Surrealidades foi feito sob influência do poema Autopsicografia, de Fernand Pessoa mesmo, que estou analisando em paralelo com o conto Borges e eu, de J.L.Borges, para ensaio de mestrado de História da Literatura. Nãoo é mera coincidência, é inspiração e intertextualidade. Parabéns pelo seu blog, bem criativo. Visitarei mais vezes. Um abraço, Zé.

Dois Poetas disse...

Oi Jacinta!

O seu blog é muito fofo, agradável, colorido, mesmo um texto como "à espera do arco-iris" que trata de uma situação delicada da personagem, passa uma aura de serenidade e esperança para o leitor.
Obrigado pela vista

Bjs

Luciano DiiDrick

Nanda Nascimento disse...

É tão bom ser lembrado, principalmente com tanta delicadeza como foram suas palavras, ele vai amar.

Adorei sua continuação no meu post, obrigada, em breve irei terminá-lo.

Pétalas para ti!

Ótimo final de semana!

eduardo disse...

Belo texto e cheio de imagens envolventes.

Cris disse...

Um arranjo de flores em forma de coração - puro sentimento.
Um arranjo de flores de cores amarelas - fartura, alegria, comunicação.
E seu coração derramado nesse conjunto de imagens e texto, só emoção.
Que belo presente você disponibiliza a mim, leitora, e ao feliz aniversariante.
Um abraço
Cris

Moacy Cirne disse...

Verdade seja dita: o seu blogue é - e continuará sendo, ao que parece - um reflorescer de emoções, através de uma escrita sensível. Abraços.

Enéas Bispo disse...

Olá Jacinta!!
ÓTIMO SÁBADO PARA TI!!
pois é!! as vezes pagamos um preço por livre e dar liberdade a nossa imaginação.
tem pessoas que não compreende as minhas fotos.
Fazer o que??
Não nasci para agradar uma multidão, mas se eu conseguir agradar poucas pessoas, mas poucas assim do seu quilate; vou lhe dizer uma coisa, vale por uma China inteira.
Beijos e continue compondo maravilhas com suas palavras lindas.
Independente de violão ou da companhia.

Germano V. Xavier disse...

Que texto gostoso de ser lido, apesar de ser de um tom deveras pessoal. Mas valeu...
Nóstalgico e belo, como a foto também.

Um beijo no coração!
Apareça!

Germano
www.clubedecarteado.blogspot.com

Espaço do João disse...

Romantica.
Afinal parece que temos algo em comum. Fiquei sensibilisado com a visita ao Espaço do João. A vida é bela desde que a saibamos viver. Que atire a primeira pedra, o casal que sempre viveu feliz e,nunca teve arranhões. O necessário é a cedência de parte a parte das forças e fraquezas de cada um.Por muito que se queira, se tente, se faça, nem sempre a vida é um mar de rosas mas, se soubermos gerir essas ocasiões tudo passa. Amar e ser amado está no coração de todos nós. Passe mais vezes , será recebida com amor e carinho como todos os outros. Muito agradecido. João

Lúcia Elena disse...

Oi Jacinta,
É preciso estarmos atentos para não perdemos a ternura diante dos obstáculos que a vida nos apresenta, pois tudo deveria "significar aprendizado". E seu texto confirma isso ao expressar delicadeza e carinho.E viva a vida!
Um grande bjo
Lúcia Elena

Jorge Elias disse...

Olá amiga,

Pelo visto, vc tem viajado muito por esse mar internautico.
Como vc, gosto muito de flores, principalmente as exóticas.
Tenho tentado aprender um pouco sobre bromélias, orquídeas, heliconeas...
Fico feliz de receber suas visitas.
Afinal de contas, começamos quase na mesma época essa atividade de blogueiros.
Um grande abraço,

PS: Imagino que seu amigo tenha ficado muito sensibilizado com a bela homenagem acima.

JEN

Paulo Vilmar disse...

Jacinta!
Envolvido num clima anos 80 senti todo o teu texto. Belo presente!Beijos.

Mila disse...

Lindas lembranças...
***
Obrigada pela visita à Caixa de Sapato.
Pode voltar quando quiser. Está sempre aberta para quem quer visitar. =)

Beijos

Luis Eustáquio Soares disse...

sempre ávida de vida, há vidas em seus festivos abraços à amizade, aberta que está a semear flores, manhãs, arco-íris no coração das cores, cada um de nós, através de você, multicor.
obrigado pela presença sempre encantadora.
b
luis de la mancha

Danee Rocha disse...

Forma delicada e sutil de lembrar um amigo. =)
Ah, a música me parece o caminho mais estreito para encontrar com a nostalgia.


Realmente muito bonito

abraço!
Danee

heloisa disse...

ola..jacinta..obrigada por escolher a minha linda flor para enriquecer o seu maravilhoso texto.....voce escreve com uma ternura incrivel...com um jeito de saudades....que tocou profundamente o meu coração...