18.5.08

O OLHAR QUE TE REVELA
Imagem: Fotoblog uol
Tu me perguntaste quem sou e eu respondi: Sou um olhar, reflexo, entre mim e você, na sua complexidade de escuridão. Tu me perguntaste quem sou e eu respondi: Sou um olhar, curtido pelo tempo, que se faz olhar num filete de luz –a luz da lanterna– mostrando o caminho e possibilitando O olhar, que te revela e te escuta, no seu desejo de se perceber olhar na essência. Tu me perguntaste quem sou e eu respondi: Dentre os vários pontos de luz... Eu sou um olhar.

PS: texto comentário que fiz no essapalavra,
frase de Dauri Batisti

21 comentários:

Paulo R Diesel disse...

Olhar num filete a lanterna que mostra o caminho.
Gostei Jacinta.

Bj.

Miguel Barroso disse...

Um olhar felino.

rio daqui disse...

Belo texto. Somos olhares, sim. Riodaqui/abraço/Paulo Viggu

Célia de Lima disse...

Escutar o outro no desejo dele é olhar de quem respeita o outro como ele se sente, como ele é. Um olha lindo o seu, Jacinta! Boa semana! :-) Beijos.

Fernando Zanforlin disse...

Olá, Jacinta, obrigado pela olhada, volte sempre. O olhar escuta e fala...

Francisco Sobreira disse...

Jacinta,
O olhar expressa os sentimentos da pessoa, além de ter o poder de saber observar os semelhantes e a natureza. Uma pequena (na extensão) prosa poética o seu texto, como, de resto, os que você escreve. Um abraço afetuoso.

Lunna Montez'zinny disse...

Delícia de resposta caríssima, o olhar é uma filosofia tão intensa que só se interpreta com metáforas, não é mesmo?
Desejo a ti uma linda semana, com pingos de mel dourados e caramelados.

JOICE WORM disse...

Tu me perguntas quem sou eu?
E eu respondo: Sou um Milagre!!

Só- Poesias e outros itens disse...

Jacinta, lindo blog!!!
obrigado pelo comentário ao Só Poesias, e seja bem-vinda.

bjs.

JU Gioli

Adriano Caroso disse...

Até em comentários transpiras arte e sentimento. Lindo|!

Mary disse...

Ás vezes, eu sou o olhar de alguém... De tanto me revelar em olhares, acabo me transmutando em outro olhar...
E é bom poder ver as coisas de outros ângulos pra entender outras atitudes.
Um beijo e ótima semana.
;)

Graziele Alencar disse...

O homem só é se olhar e for olhado.
Beijos.

Eurico disse...

Tinha lido o comentário lá no Dauri.
Ficou belíssimo aqui.
Alargou-me a visão de mim, do mundo. Isso que vejo e me transforma é Poesia!

Miguel disse...

Jacinta, vim agradecer sua visita e matar minha curiosidade. Cheguei, lancei meu olhar que, de imediato, se cruzou com teu olhar...Choque de olhares e de carinhos!
Gostei e voltarei mais vezes.

F. Reoli disse...

Somos poesia escrita com os olhos!
Beijos

Cris disse...

Ei Jacinta,
eu amo seu blog, mesmo quando não entendo o que está escrito.

Analuka disse...

Somos olhares, somos janelas, somos reflexos, somos lanternas, somos sôpros, ventos, brisas, somos sementes, somos sinais, somos sorrisos, somos lampejos...
Bonito tudo aqui! Beijos alados.

dudv disse...

Me emocionei.

Fabricio disse...

Seu blogger sempre com belas postagens, parabéns! respondendo a pergunta que fez lá no riso que contrasta. Tenho um primo deficiente auditivo e que conseqüentemente não fala também, ele tentava pronunciar Fabrício e o som que saia era pipilo, meu outro primo irmão dele se encarregou de usar essa forma de pronúncia como um apelido, o cazuzete é uma referência ao poeta cazuza, dizem que pareço com ele (fisicamente). Se um dia me conhecer pessoalmente vai possa dizer se concorda ou não. um abraço, obrigado pelo comentário carinhoso lá no blogger.

Madalena Barranco disse...

Jacinta, querida, o olhar tem de fato certa luz que revela múltiplas intenções. E ao fim, como você sabiamente escreveu: somos olhares da Vida! Beijos.

eder ribeiro disse...

e em cada olhar a um pouco de ti, pois até nos comentários vc é luz. bjos.