12.11.08

DIVAGANDO

Fotógrafa:
Ivone Ristchel

Receber um presente, é sempre muito bom. Hoje, ele veio em forma de versos, no comentário ao meu ANDO DEVAGAR, carinhosamente escrito por Adriano Caroso. Vejam:

Andas num lindo caminho
Indo
Subindo
Crescendo

Trilhas nas margens do rio
Vindo
Emergindo
Enchendo

Cruzas o nosso caminho
Infindo
Luzindo
Tecendo

Trilhos no fundo do rio
Sentindo
Fluindo
Reflorescendo

14 comentários:

dácio jaegger disse...

Estou devendo a tanto tempo visitas ao Florescer que quase arranjo um embaixador para vir fazer uns rapapés...rs.
Jacinta obrigado pelas palavras encorajadoras e de apoio à blogagem da adoção. Só percebi o peso do tema quando a adesão aconteceu muito rápida. "Acolher uma criança, prá mim, é sempre sinal de aposta no futuro, mesmo com todas as dificuldades que se apresentam no percurso da trilha da vida." Sábias palavras deixadas por você Chega mais. Obrigado. Beijos.

Carlinhos do Amparo disse...

Vim te ver, porque postei algo pra vc lá no Sítio. O Eurico me falou do seu sobrinho-neto, e fiquei tão feliz que resolvi vir te cumprimentar.
Abraços olindenses.

Mai disse...

Tudo aqui é sensibilidade e compartilhamento.
Voltarei outras vezes.
Abraços.

Adriano Caroso disse...

Não tem nada a agradecer. Eu é que agradeço a inspiração que me destes com tão belas palavras e com semblante tão lindo de bebê. Por um momento lembrei da minha Júlia. Obrigado Jacinta. A palavra é assim. Quando ela vem ela pede para ficar. Por isso fiz do comentário um post no meu blog dedicado à você que foi o instrumento dessa criação.
Lembrei também de Almir Sáter e Renato Teixeira: "Ando devagar porque já tive pressa e levo esse sorriso porque já chorei demais..."

Beijos!

D.Ramírez disse...

Gosto muito, por isso volto..que presente!!
Besitos

Jens disse...

Bonito, Jacinta. Bacana ser homenageada assim de forma tão poética.
Um abraço.

letícia * disse...

muito lindo.

esse bebê tbm é muito fofo!!!


bjo*

Oliver Pickwick disse...

Nada mais natural. O Caroso sabe das coisas e, presta justa homenagem à uma pessoa de sensibilidade acurada.
Um beijo!

Recanto de Sonhos disse...

Muito merecido o seu presente,
Jacinta.Com certeza uma retribuição
ao que você proporciona a quem vem
aqui,este lugar que inspira.E parabéns ao Adriano pelos belos versos.
Uma ótima tarde de quinta para você
e para todos que vêm aqui.
Abraços.

Francisco Sobreira disse...

Sem dúvida, Jacinta, um presente é sempre bem-vindo. Alegra-nos por saber que a pessoa que nos dá o presente tem afeto e carinho por nós. E quando ele vem em forma de um poema bonito, como o do seu amigo, a alegria é ainda maior. Um beijo.

Alex Sens disse...

Hum, quem não gosta de presente? E este foi a sua cara ;)

Beijos, Jacinta.

Osvaldo disse...

Oi, Jacinta;
Um poema simples mas muito belo do Adriano...
É daqueles poemas que dá um jeitinho danado pra musicar...
No tempo da "Jovem Guarda" fêz-se muita musiquinha de sucesso com letras assim...
Parabéns ao Adriano por escrever e a ti por a publicares.
bjs

Carlinhos do Amparo disse...

Seja sempre bem-vinda ao Sítio d'Olinda, amiga!
Estaremos de braços abertos pra te receber. Eu e o meu compadre.
Saúde e fraternidade!

Anônimo disse...

Jacinta,obrigada por "postar" minha flor em seu blog.
Isto é o mínimo que posso contribuir para um cantinho tão maravilhoso que só você sabe expressar em lindos poemas e versos que tocam nosso coração e nossa alma.
Um grande beijo desta sua admiradora Ivone