19.2.09

Flor papagaio: diferente
Estou, por assim dizer, vendo claramente o vazio. E nem entendo aquilo que entendo, pois estou infinitamente maior que eu mesma, e não me alcanço. Além do que, que faço dessa lucidez? Sei também que esta minha lucidez pode-se tornar o inferno humano. Já me aconteceu antes.
Clarice Lispector

11 comentários:

Dauri Batisti disse...

A clirice Lispector é tradutora. Ela diz o que ainda não conseguimos exprimir com palavras.

Um abraço.

Osvaldo disse...

Oi, Jacinta;
Que está acontecendo, minina... Tá confusa ou tentando nos confundir a nós ?!...

bjs
Osvaldo

Plinio Uhl disse...

ei, jacinta. não sei se vc é de paz, não sei se de agito, mas estou passando para desejar um carnaval inspirado para você. ótimo conferir seus textos e suas referências.

bjo!

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Jacinta, então não se deixe elucidar, invente-se novamente...não se deixe triste...arranque um sorriso...ou melhor, dê suas mãos para ele e saia por aí, tenho certeza que com ele no rosto você irá colher outros...acredite...um abraço na alma e um sorriso...valeuuuu

Mai disse...

Jacinta,aprendi que vazios existem como os buracos nas ruas.
Então eu ando com papel e caneta espalhados por todo canto. E outras coisas que também funcionam como táboas as quais eu jogo sobre os buracos das ruas e atravesso sobre os tais vazios...
Assim, não me basta constatar vazios.
Preocupo em não paralizar diante deles.
Faço pontes.
Uma frase escrita podeser uma ponte.
Plantar uma flor pode ser uma ponte
Escrever aum amigo, também ajuda em travessias e caminhos.

Minhas fendas e abismos e vazios não são os de Lispector.
São os mesmos masos sinto e elaboro de maneira única. Com a arte que consigo fazer - pontes...

Beijos e muito carinho.

Cris disse...

Oi, querida,

Essa lucidez pode sim, se tornar o inferno humano, vai depender de voce.Encontre-se nesse vazio e dele retire tua força.Para a próxima lucidez.

Beijo, garota.

Amarísio Araújo disse...

Lindo o post,com a eloquência da foto e a lucidez inquietante de Clarice.

Bom carnaval,Jacinta.
Beijos carinhosos.

Zeca disse...

Jacinta!

Frases de Clarice são sempre instigantes e inquietantes... cabe a cada um de nós, ao lê-las, interpretar suas dúvidas e decidir como conviver com as inquietações. Vazios também podem ser transpostos com lucidez sem que, necessariamente, se passe pelo inferno.

Beijos.

Jens disse...

Oi Jacinta.
Clarice acertou no alvo: lucidez em demasia pode tornar-se um inferno. É bom temperar com doses de devaneio. Aproveita que o carnaval é uma data propícia para a exaltação. Exalte-se, delire!
Beijo e um bom feriadão.

Opuntia disse...

Lindo esse papagaio da flora! A natureza é mesmo cheia de surpresas.

Quanto à Clarice, é incrível como ela conseguia expressar tão claramente o que nem ela mesma entendia!

adelaide amorim disse...

Ela continua a arrasar, não é mesmo?
Jacinta, deixei uma lembrancinha pra você lá no Umbigo (agora www.umbigodosonho.blogspot.com)
Espero que goste ;)
Beijo e ótimo carnaval.