28.10.09

Em mim, há uma criança querendo misturar peraltices com seriedade. Há, em mim, uma criança adormecida, sonhando em incluir nas competições ácidas a satisfação de pular amarelinha.

8 comentários:

carlinha disse...

Então, acorde a criança que há em vc e pule amarelinha, corda, elástico; jogue bola, peteca; brinque de boneca, etc. Tudo isso pode parecer um exagero, mas lembre-se de que o "forte" das crianças é a imaginação...e nossas letras dão vida aos pensamentos.

Bjoa

Mai disse...

Deixa ela, Jacinta. Deixa a menina brincar e fazer peraltices.

Beijos, amiga.

Madalena Barranco disse...

Jacinta querida!!

Agora, surpresa e feliz, descubro também sua arte em desenhos!! Adoro quando a figura faz par com a poesia, porque assim também a arte se completa e a criança sorri.

Muitos beijos e obrigada pelas suas visitas ao meu bloguinho, que agora tento reativar, pelo menos com postagens quinzenais.

Jens disse...

Acorda, menina! Vem brincar.

Beijo.

Miguel disse...

A vida é bela e pra ver sua beleza é necessáfrio acordar.
Vamos acordar menina?

Nanda Nascimento disse...

Essa mistura é perfeita, seriedade com peraltices. Não deixa essa menina dormindo por muito tempo. Desperte-a!

Que bom que não esqueceu do jardim, fiquei feliz em vê-la por lá.

Beijos e flores!

Francisco Sobreira disse...

Isso que você revela, Jacinta, é um desejo que ocorre a todos nós. Como você sabe, a pessoa nunca deixa , inteiramente, de ser criança. E penso que seja isso que a faz suportar os problemas da vida, "as competições ácidas" de que ela é obrigada a participar. Como é do seu feitio, em 4, 5 linhas você diz o essencial, o que muita gente diria em muitas páginas. Um grande abraço.

APPedrosa disse...

Não deixa a criança adormecida, não. Acorde-a e deixe-a viver!