10.5.10

RESPIRE, MULHER
Foto: Edmur Pereira
Eletro-auscultação-aferição..., e, do outro lado da mesa, a prescrição:

_ É hora de exames mais específicos.

Há urgência?
_ Não, não há urgência, pode ser feito com calma. É mais uma medida de prevenção, afinal o quadro apresentou uma obstrução que já foi resolvida com a angiografia.

_ Maravilha!
diz prá mim, o coração. Cuide de mim com a tranqüilidade que eu e você merecemos. Precisamos caminhar em harmonia, conclui.

Reverenciando a beleza da manhã e respeitando a minha confusão entre o azul e o verde – dependendo do tom – sigo, seguimos eu e ele escutando, no trajeto à beira mar, a brisa suave que toca o meu rosto, e meus pensamentos indo para além da imensidão verde em horizontes alcançáveis. E tendo o Verde Mar como testemunha, prometo dar atenção especial ao centro de comando da circulação de vida que no peito pulsa, no compasso do contentamento, e me lembra com satisfação:

_ Hoje tem festa e nós iremos festejar.

_
Iremos?

À noite, estávamos corpo-alma-coração numa vibração única e acolhedora, prestigiando o amigo
jorge elias – agora não mais virtual - mas amigo com a força do olhar, o mesmo olhar que também encontrou a alegria de Renata, do letra e fel. Autógrafo registrado no livro recém lançado, é hora de se retirar, mas não, ainda não é hora de ir para casa. Alguém, em noite de aniversário, aguarda um abraço. Abraço dado, apertos de mão em mãos que não se encontravam há tempo, congo, MPB, comida farta e a festa, transbordando em sorrisos e muito samba. Agora sim, é hora de voltar. E voltando, é preciso aquietar-se. Agora é hora de dormir.
...
_ Não, ainda não. (*) Aquiete o pensamento, diz o coração. Estamos excitados demais, relaxe, deixe o amanhã para amanhã e aspire um sono restaurador. Aquiete o pensamento, perceba o que há de bom, no mais simples, que você pode oferecer a si mesmo. Caminhe por dentro, tateando os pontos de conflitos, passo a passo. Transforme-os em música suave, cantada em Fá, ah...! cante “Como é grande o meu amor por você” Isso, declare seu amor por você. Essa nota musical sugere a mim uma ligação harmoniosa com a cor verde, e verde se liga a mim, que também sou você, lembra? O seu coração. Então, seja verde, imagine-se folha, árvore, floresta equilibrando o mundo no organismo. Cante, não se acanhe, cante. Vá lá, você consegue. Suba um tom, cante em Sol – Ah Sol! Verde azul Mar – Cante: “ Foi assim, como ver o Mar, a primeira vez que meus olhos se viram no seu olhar...” Sim, cante, olhe-se, continue, misture o verde com o mar, do mar. Acalme-se, inspire, mergulhe, conte até dez, cante: “Quando eu mergulhei fundo nesse olhar...” Volte à tona, inspire, expire, respire Verde Mar. Aqueça, em sua garganta, as vibrações de contemplação ao horizonte alcançado por seus olhos, hoje, pela manhã. Respire. Saia do limite das paredes do seu quarto e olhe a sua volta. Aprecie a diversidade de sons e cores que nos são fortes aliados. Respire, Mulher!

(*) parte do texto escrito em 2008.

Hoje, dedico essa versão a minha irmã Giovanna do bordados e retalhos


JacintaDantas

22 comentários:

Bordados e Retalhos disse...

Obrigada Jacinta, nem sei como agradecer. Hoje me faltam palavras, o dia de ontem foi pior do que esperado. Bjs

Glorinha L de Lion disse...

Que lindo texto Jacinta e que linda homenagem à nossa amada Giovanna...escutar o coração é preciso...e amar a nós mesmos tb...cuidando de nosso coração...respirando verde...esperança....beijo grande.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Vim ver o seu dia verde e gostei.
E agradecet ter visitado o meu.
Tudo de bom para si.
Beijinho/Irene

Eliana Pessoa disse...

ADOREI O TEXTO ACHEI LINDO!!!
ADORO LER VOU VOLTAR SEMPRE POR AQUI!
BJIM

Lion of Zion disse...

"Aquiete o pensamento, perceba o que há de bom, no mais simples, que você pode oferecer a si mesmo. "

Era o que eu precisava ler.

Abraço!

Mai disse...

É respirar compassado para recomeçar em novo dia.

Beijos, querida.

dade amorim disse...

Que bonito seu texto, Jacinta!
E afinal vejo alguém falar do próprio coração como esse eu-mesmo indispensável.

Beijo, muita saúde e vida.

Tatiana disse...

As palavras vão entrelaçando-se e ganahndo uma vida maravilhosamente bela por aqui...
Ser homenageado dessa forma é algo emocionante.

Beijos com imenso carinho

Vivian disse...

...sei bem como é estas
coisas do coração pregando
peças pelos caminhos.

mas graças à Deus existem
os poetas a nos ajudar
a seguir.

bom dia, querida!

bj

Eurico disse...

Muito bonito. Cordiais saudações!

Jens disse...

Bonito quando a paz invade o coração.

Beijo, Jacinta.

orvalho do ceu disse...

Olá,Jacinta
Passo para convidar vc a particIpar da BLOGAGEM COLETIVA ESPIRITUAL que foi pré lançada no meu blog dia 12 e está sendo divulgada hoje, dia 13.
SUA CONTRIBUIÇÃO NOS SERÁ PRECIOSA...
ENTRETANTO,FIQUE À VONTADE!
Um bj no seu coração

Elcio Tuiribepi disse...

Que coisa boa Jacinta...momentos assim devem ser emoldurados na alma e no coração...
Eita que isso é bom demais
Um abraço na alma também de sua irmã ok...bjo

Luma Rosa disse...

O coração também precisa ser distraído!! :=))) Beijus,

Francisco Sobreira disse...

Jacinta,
Esse texto difere dos que tenho lido aqui, já caminhando para os dois anos. Difere na forma, sem um certo hermetismo que caracteriza muitos dos seus textos. E há, apesar da questão da saúde (os exames que precisam ser feitos), um espírito de entrega à vida, com a companhia de amigos e o contato com a natureza, representada pelo mar. Muito bom. Um abraço e muita saúde.

Marco disse...

Olá, Jacinta!
Quero agradecer pela amável visita ao meu guarda-louças de velhas emoções. Seu comentário foi muito gentil. Vim retribuir sua simpática visita e encontro textos de alta inspiração. Que beleza esta declaração de amor à vida, de estar bem com nossos sentimentos...
Parabéns.
Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

guru martins disse...

...haja
coração!!!

bj

layla lauar disse...

perfeito e diferente este teu texto...encantou o meu coração... que bateu ao rítmo e no compasso das suas palavras.

Amei!

um grande beijo

Claudinha ੴ disse...

Amiga, linda postagem!
O coração merece todo cuidado, assim como a alma, assim como todo o corpo.
Ainda não conheço Giovanna, mas vou lá dar um olá.
Mas sabe o que eu gostei mais e mais e mais? Ah, a música mineira aí, dando lição de vida e sabedoria... Amei!
Beijos!

Euza disse...

Trago flores, viu? E se possível, o desejo de apascentar o seu coração - mesmo sabendo que vc e ele são unos e se gostam e se respeitam e se doam.
Saio felz por ter estado aqui.
Beijo, querida. Vc sempre me faz um pouco mais feliz.

si disse...

jacinta, belo texto, instigante, no movimento mesmo de abertura, de vontade de fora, de amizades, de compartilhar, cooperar, estar com.
Alegria de te ler...
b
luis de la mancha

Elcio Tuiribepi disse...

O coração está bem...compassado, firme, esperançoso e feliz?
Espero que sim...cuida dele hin!!
Esa imagem é o caminho para po convento...ou viajei...rsrs
Um abnraço na alma..beijo